Outros tempos; que tempos!

  E a mudança que não vinha O céu que não se abria Os deuses que não sabiam Que a culpa era sempre deles por aqui E a tristeza que a gente já tinha Há muito represada nas ruas Inundava nossas casas e vidas. Nunca nós mesmos, Entre acúmulos e guerras Ansiedades e misérias O […]