Escolha uma Página
Penso, mas logo desisto..

Penso, mas logo desisto..

É horrível ver os seus filhos por ai sendo chamados de outros nomes, e até tendo a sua paternidade trocada…assim são meus textos…grande parte deles estão por ai sem autoria, e o pior, com autoria trocada e quando vou solicitar a correção, ainda recebo descrédito ou “palavras duras” acusando-me de colocar nome de famosos para promover as mensagens… Ora, o que são famosos?
Famosos, “são os que não são lidos”, são apenas “cultuados”, é o que eu posso constatar…muitos falam de Drummond, mas nunca leram nada dele, ou mal leram “O poder ultrajovem” obrigado na escola, e passam meu texto Recomeçar com o nome dele por causa de uma frase  que alguém acrescentou ao final do mesmo, que na verdade nem é de Drummond, é do Pessoa, que também não é reconhecido como deveria (na minha opinião um dos maiores poetas do nosso planeta azul).
E o que dizer do Revolução da Alma? que colocam nos blogs, sites e jornais como sendo de Aristóteles!!!(SIC)
Não sei quem inventou isso,a mas é de uma cara de pau sem fim…o meu texto é de 2001, e tem muitos erros de concordância, e ainda assim, quando cobro a autoria, muitos riem, duvidam ou então desdenham ao saber a real autoria.

Engraçado, antes quando pensavam ser de Aristóteles ou do Drummond era bom, mas quando é do Paulo Gaefke passa a ser uma bosta???
meu conselho continua sendo o básico:leiam muito. Adquirir conhecimento não ocupa espaço e é a única coisa que não podem roubar de ninguém.
Quando você gostar de um texto, de qualquer autor e resolver publicar no seu blog, ler no seu discurso, colocar na sua coluna do jornal, ler na tevê, tome o cuidado de descobrir que é o autor e divulgue isso sem medo de ser feliz. Esse reconhecimento é uma forma carinhosa de dizer:

  • eu gostei
  • eu concordo
  • eu acho importante divulgar
  • eu recomendo

e assim, demonstrar respeito pela pessoa que escreveu, que é assim, gente como você.
Obrigado
Paulo Roberto Gaefke